11 de ago de 2009


“Partes de Mim”
(Marcelinho Hora)

Tão perto...
Tão Longe...
Quase...lá
Parte soltas, desmembradas...O meu eu solitário grita!
Divide...Mentiras contadas em voz alta...Cinema mudo
Aplausos vazios lançados de uma platéia morta
Glória!
Eco...dor...desespero
A Imaginação é apenas um elo perdido
Portas fechadas... Beco sem saída...
E todos os sonhos perdidos em um canto qualquer...
Há um pedaço em cada lugar
E uma lembrança...Uma lembrança perfeita...Será?
Quase lá....
Tão perto...
Tão longe...
Quase...lá!

Nenhum comentário: