3 de set de 2008

Show: Feira da Música de Fortaleza.

Quem: Maria Scombona.

Onde: Comunidade Poço da Draga.

Quando: 21-08-2008.

Mais um deles.

Um dia, Henrique Teles, vocalista da Maria Scombona disse assim: - Marcelo, você é um dos nossos!

Minha história com a banda é antiga. Já fui produtor, empresário, colaborador, patrocinador, candidato a faz-tudo, fotógrafo e talvez o fã mais cheio de opinião que a banda já teve... Hahahahaha. O convite para realizar a cobertura fotográfica de sua apresentação em mais uma etapa da ‘Feira da Música de Fortaleza’ foi um grande presente, cercado de euforia e preocupação. Minha missão? Contar a história, passar a limpo mais esse grande momento na carreira da Maria Scombona.

A Feira.

A feira aconteceu no ‘Centro de Negócios do SEBRAE’, pertinho do hotel em que estávamos hospedados. Achei a feira bem fraca e senti muito a falta da participação de Sergipe esse ano. O SEBRAE/SE sempre colocou um ônibus para os artistas daqui, mas por razões que eu desconheço, dessa vez não aconteceu; uma pena! Há uma relação oficial (inclusive com vários nomes que não estavam presentes!) dos expositores no site da feira.Tudo girou em torno da produção musical de Fortaleza (movimento Cabaçal, entre outros) e Pernambuco, como sempre, presente!

Eduardo, Rafael, Robson e Saulinho aproveitaram o pouco tempo que tinham para fazer contatos, trocar informações e é claro, espalhar material da Maria Scombona.

Comunidade Poço da Draga.

Após essa rápida passagem pela feira, seguimos até a comunidade ‘Poço da Draga’, onde faríamos a passagem de som da banda. Que lugar mágico! Ponto para a organização do evento em colocar essa comunidade como palco de algumas apresentações musicais da feira. Nada como brindar a população mais carente com boa música. Fotografei a passagem de som, mas não resisti a alguns cliques a mais pela comunidade:



Que fique o exemplo de Fortaleza para outras cidades do Nordeste.

Conheçam um pouco da história da comunidade ‘Poço da Draga’ .

Quando menos é mais.

Pude acompanhar em 2003 um show da Maria Scombona nessa mesma feira. Que diferença! Apesar da eficiência de tempos atrás, a Maria de hoje tem fôlego, atitude e uma harmonia incomparáveis! Antes eram 02 guitarras, gaita, percussão, um verdadeiro dinossauro! Hoje, é um Power trio, com guitarra-baixo-bateria. Sabe aquela história do quando ‘menos é mais’? Não estou aqui para ser o ‘advogado do diabo’ da formação que o grupo tinha em outros tempos, aliás, desmecerecer um gaitista como Júlio Vasconcelos ou mesmo um guitarrista como Thiago Ribeiro, seria no mínimo insensato da minha parte, não é isso, apenas sinto o quanto a banda hoje é leve, unida e pronta para alcançar outro nível.

O show.

Som perfeito, local mágico, tudo pronto, chegou o momento! A noite foi aberta com o som da Et Circensis (CE). Competente, mas que não contagiou a platéia. O melhor ainda estava por vir. A Maria Scombona fez um set, ‘curto e grosso’, de 40 minutos. 40 minutos para fotografar? A pressão foi grande, mas valeu! Escolhi trabalhar com a Nikon D300 com uma lente 70-200 mm 2.8, que apesar do peso, me deu uma autonomia maior. Show curto, quanto menos mudanças de equipamento melhor, essa lente faz a diferença!

O show teve resposta imediata do público! O cartão de visitas veio com "Cara do Côco" e "Lucimar", incendiando o local. Seguiram as arrebatadoras "Easy Way", "A Saga" e "Eu e Ela", fechando o show com a clássica "Vinte Meninas". A Maria Scombona mostrou a força da nossa música, proporcionado uma noite memorável ao público que esteve presente na comunidade ‘Poço da Draga’.

Valeu a todos da banda, que venham outras viagens, outros shows, outras experiências!

Veja as fotos do show da Maria Scombona na 'Feira da Música de Fortaleza' e sintam a força da música sergipana!

Nenhum comentário: